Divina Misericórdia CXIII

22 08 2014

Miguel, Gabriel e Rafael

Miguel, Gabriel e Rafael

Caro devoto de Jesus Misericordioso, Deus criou todas as coisas. No Creio, nós dizemos: as coisas visíveis e invisíveis. De fato entre as criaturas de Deus, existem os anjos que louvam a Deus no céu, mas são espíritos que nós não vemos e só haveremos de vê-los no céu, junto com todos os santos.

Esses três arcanjos são anjos a quem Deus designou uma tarefa especial para realizarem aqui na Terra.

Miguel, que significa “quem é como Deus”? É “defensor” do trono de Deus e do Povo de Deus. Chefe do exército celeste e dos anjos fiéis a Deus. Padroeiro da Igreja Católica. É invocado contra o inimigo de Deus, o demônio a quem venceu na sua rebeldia contra Deus. Ele nos ajuda no combate contra as forças maléficas.

Gabriel significa “Deus é meu protetor”. É o arcanjo anunciador, por excelência, das revelações de Deus e é, talvez, aquele que esteve perto de Jesus na agonia no Jardim das Oliveiras. Padroeiro da diplomacia, dos trabalhadores dos correios e dos operadores de telefones, comumente está associado a uma trombeta, indicando que é aquele que transmite a Voz de Deus, o portador das notícias. Teve a missão mais importante e jamais dada a uma criatura, que o Senhor confiou a ele: O anúncio da Encarnação do Filho de Deus. Motivo que o fez ser venerado, até mesmo no islamismo.

Rafael, cujo significado é “Deus cura”, teve a função de acompanhar o jovem Tobias, personagem central do livro de Tobias, no Antigo Testamento, em sua viagem, como seu segurança e guia. Guardião da saúde e da cura física e espiritual. É o padroeiro dos cegos, médicos, sacerdotes e, também, dos viajantes, soldados e escoteiros.

Deus Criador do céu e da terra criou todas as coisas; quando olhamos o céu coberto de estrelas, vemos o seu poder infinito, quando olhamos o mundo vegetal, nos admiramos com a quantidade de espécies de inúmeras plantas, flores, o mesmo acontece quando olhamos o mundo animal, milhões de espécies de animais na água, na terra e nos ares. Mas o poder de Deus vai muito além disso, há seres que não vemos e que são criaturas de Deus e que o louvam a todo momento. Como disse acima, os anjos são fiéis a Deus e são santos, contudo não têm um corpo como nós, são puros espíritos. A Igreja venera os anjos da guarda, isto é, anjos que nos protegem na caminhada de nossa vida.

Demônios são criaturas más, perversas que só fazem o mal. Também eles não têm corpo e são espíritos. Peçamos a proteção de Deus e de seus anjos e santos, para que intercedam por nós e nos defendam de toda espécie de mal.

Diga ao ler esta reflexão: Divina Misericórdia eu me consagro a Vós.
Pe. Macedo da Divina Misericórdia

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: