Divina Misericórdia LXXXVIII

10 04 2014

Entre Bem e Mal

Entre Bem e Mal

Caro devoto de Jesus Misericordioso, “trabalhemos sem arrefecer por nossa conversão, porque seremos sempre bastante frágeis enquanto formos meio bons e meio maus”. (Beato Charles de Foucauld)

Somos tentados a certo estado de ficar “morno”, nem frio nem quente. Isto é, nós nos contentamos em não fazer grandes erros, mas não em tomarmos uma atitude mais corajosa e radical quanto a nossas relações com Deus, com a vida espiritual, com o seguimento de Cristo.

Fazendo uma comparação: alguém que se contenta em não ter doenças graves, mas não se preocupa com sua saúde e qualidade de vida. Hoje em dia toma-se cuidado com a alimentação, por exemplo, evitando aquilo que mais tarde pode nos causar doenças e enfraquecimento.

Também na vida espiritual temos que tomar certos cuidados para não ficarmos apenas numa vida medíocre, mas alcançarmos uma maturidade verdadeira. Os santos são para nós grandes exemplos de vida, não se contentaram com pequenos progressos na vida espiritual, mas com empenho se lançaram no caminho da santidade.

Diga ao ler esta reflexão: Divina Misericórdia eu me consagro a Vós.
Pe. Macedo da Divina Misericórdia

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: