Divina Misericórdia LXXXIV

18 03 2014

São Francisco de Assis

São Francisco de Assis

Caro devoto de Jesus Misericordioso, “quanto maior é o amor, mais o amor se aproxima do amor perfeito, do amor de admiração, que é o único e verdadeiro amor, mas a imitação é uma precisão, uma necessidade” (Beato Charles de Foucauld)

Os santos desenvolvem a virtude da caridade, (amor) em grau muito elevado. Os místicos, como Charles de Foucauld e tantos outros falam de Deus de um modo tão encantado como nem os namorados sabem usar palavras tão ternas e apaixonadas. Isto porque o amor para com Deus é um verdadeiro amor e não uma ilusão. Aliás, ninguém dá a vida por uma ilusão. Uma quimera logo passa, mas como o amor a Deus é verdadeiro, dá força até para enfrentar o martírio. Não é pequeno o número de mártires da Igreja que com grande fé e amor foram capazes de dar a vida por Cristo e sua Igreja.

Neste texto o beato fala que quem ama a Cristo (Deus), acaba imitando sua vida. Nada mais verdadeiro. Os santos andaram no caminho de Cristo com tanta fidelidade, que o imitaram e se fizeram semelhantes a Ele.

São Francisco de Assis, só para citar um exemplo, foi uma cópia de Jesus, enquanto é possível, obviamente ninguém chega a santidade Dele, mas se aproxima. Ele é nosso modelo de vida, e quanto mais alguém se santifica, mais se assemelha a ele.

Diga ao ler esta reflexão: Divina Misericórdia eu me consagro a Vós.
Pe. Macedo da Divina Misericórdia

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: