Divina Misericórdia LXXVIII

8 02 2014

Soldado usando filactérios

Soldado usando filactérios

Caro devoto de Jesus Misericordioso, “em tudo o que fazem, o que buscam é ser vistos pelos outros. Por isso trazem filactérios bem largos e usam franjas bem compridas nos mantos” (Mt. 23, 5)
Filactérios eram pequenas caixas contendo frases importantes da Lei, que os fariseus amarravam no braço ou na fronte, tomando ao pé da letra certas leis do Deuteronômio.
Jesus condena com veemência o fingimento, a vaidade. Os fariseus mantinham com grande zelo as aparências, mas estavam longe de praticar o que diziam.
Nós também corremos o mesmo risco. Jesus, o Mestre dos mestres veio para ensinar a todas as gerações. O mesmo que aconteceu aos fariseus pode acontecer conosco seus discípulos e acontece. Daí a necessidade constante de revisão e purificação. O Bem deve ser praticado de fato, não por aparências e o mal evitado de fato.
O exame de consciência tanto individual como coletivo é necessário a fim de que possamos corrigir a rota errada, retomando sempre o bom caminho.
Indivíduos e instituições não podem deixar constantemente de se rever, colocar-se à luz da Verdade e refazer a rota se houve desvio. Numa viagem o motorista faz isto o tempo todo, senão cai no abismo. Nossa vida é uma viagem rumo à pátria definitiva, o Céu. Também ela exige a correção de rumo, que chamamos de conversão contínua.
Diga ao ler esta reflexão: Divina Misericórdia eu me consagro a Vós.
Pe. Macedo da Divina Misericórdia.

Anúncios

Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: